X
    Escrito por Danielle Jardim
    Postado em 26 de Fevereiro de 2018, na categoria Dicas

    Se você sente arrepios e frio na barriga só de ler esta palavra e tem alguns questionamentos rondando em sua mente que te impedem de empreender, continue lendo este texto. Empreender não é para qualquer um, isto é fato, mas não tem nada a ver com ter dinheiro, ser culto ou ter estudado no Vale do Silício.

    Pelo contrário, muitos empreendedores famosos que conhecemos hoje vieram ‘do nada’ e transformaram a comunicação, tecnologia, engenharia e outras áreas, inclusive a do terceiro setor, e isso não quer dizer que não há espaço para você. E é o que você vai descobrir agora.

    O que é empreendedorismo?

    Muitos se consideram empreendedores e transmissores da cultura empreendedora e é uma palavra que vemos constantemente sendo compartilhada e publicada em artigos, revistas e vídeos por aí. Será que são?

    Pedro Salomão é um dos empreendedores cariocas que mais admiro. O Pedro não só empreendeu com sua empresa – a Rádio Ibiza, com foco no Marketing Sensorial – , mas pratica a cultura empreendedora com seus colaboradores, vizinhos e com a sociedade no geral.

    Para que você entenda rapidamente o que é, em seu livro ‘Empreendendo Felicidade‘ Pedro diz que empreendedorismo é, dentre outras coisas:

    “É ser diferente, desviar do rumo que todo mundo segue. Inovar. Empreendedorismo, para mim, é a capacidade que uma pessoa tem de implementar uma ideia para quebrar um paradigma, desconstruir uma realidade consolidada. Repare que eu mencionei a capacidade de implementar uma ideia, não de ter uma ideia.”

    E o que não é empreendedorismo?

    Para deixar sua compreensão ainda mais fácil ele menciona duas palavras que não são de maneira alguma sinônimos de empreendedorismo: estacionar e acomodar que, segundo ele, no dicionário aparece como antônimos.

    Mas eu gostaria de acrescentar mais alguns itens para que fique ainda mais claro para você. Empreendedorismo também:

    • Não é abrir uma empresa;
    • Não é criar uma startup; e
    • Não é ser fundador e CEO de uma empresa.

    Ficou melhor, não é? Agora confira os mitos abaixo e veja se alguns deles já passou pela sua cabeça e saiba que não passam apenas de mitos! Vamos ver:

    1. O mercado já está saturado de ideias e inovações

    Será mesmo? Gosto de pensar que para se ter uma ideia o caminho não é pensar em algo que não existe ou que ninguém nunca havia inventado. Basta pensarmos em um problema e criar soluções e modelos de negócios para resolvê-los.

    Por exemplo, a Internet das Coisas (IoT) e a tecnologia no geral estão possibilitando a inserção de novos produtos e serviços complementares. O assunto é totalmente atual e que passa por fases de testes e é ainda uma das diversas oportunidades de construir uma carreira empreendedora.

    2. Não tenho nenhuma ideia criativa ou disruptiva

    Quem te falou que para você empreender precisa ter uma ideia criativa? Vejo muita gente com ‘fome’ de empreendedorismo por aí, mas que não consegue colocar a mão na massa por simplesmente “não ter uma ideia”.

    Empreendedorismo não é sobre ter uma ideia. São as atitudes que fazem de você um empreendedor (a) ou não. Além disso, você pode empreender não só como fundador de uma empresa, mas como colaborador no seu trabalho atual com atitudes empreendedoras e até mesmo na faculdade.

    Alguns dizem ter ideias do nada, de uma hora pra outra. Não sou muito fã de ficar pensando em ideias. Minha dica é que o foco seja nas soluções.

    O setor de serviços sofre com uma demanda de pessoas qualificadas para ocupar certos cargos. O que você pode fazer para mudar isso?
    Guias de turismo estão tendo dificuldade de se consolidar no mercado por conta da concorrência desleal e irregular. Como você pode ajudar?
    O sistema de informações turísticas da sua cidade é falho, sem informações atuais e válidas. O que você vai fazer pra melhorar a maneira como as informações são distribuídas?
    O sistema de reservas na sua empresa cai toda hora, duplica reservas e sempre há estornos a serem feitos por conta disso. Ok, qual o primeiro passo para implementar a mudanças?

    Viu só?

    3. Não tenho mais idade para empreender

    Agora se você acredita que não está mais na idade de empreender, então conheça a história de Paul Tasner, de 64 anos que após ser demitido do seu cargo de diretor de operações, foi em busca do seu propósito: cofundar uma empresa de embalagens biodegradáveis, a PuulpWorks, empresa premiada que possui grandes clientes nos EUA.

    Leia também: Bitcoins e Blockchain: O que muda no turismo?

    Paul é uma das milhares de provas que existem por aí de que não há um momento e nem ao menos uma idade certa para buscar seu propósito, por a mão na massa e empreender. Não coloque a sua idade ou a sua condição de vida como obstáculo. Faça o contrário, tire proveito da sua experiência de vida e “vai lá e faz”.

    4. Empreendedorismo é coisa de gente milionária

    Steve Jobs, Ralph Lauren e J. K. Rowling são alguns dos ícones do empreendedorismo (mundial) que conhecemos e que vieram ‘do nada’. Ao mesmo tempo em que não precisa ter uma ideia, para empreender também não precisa ser rico, mas isso não quer dizer também que você ficará milionário da noite para o dia. Tem gente que empreende todo dia no trabalho e não sabe e continua ganhando o mesmo salário mensalmente.

    Não coloque desculpas no seu sonho ou no seu propósito. A internet está cheia de conteúdo gratuito que podem te auxiliar nessa jornada. No lugar do mitos e dos questionamentos coloque metas e planos de ação. A minha dica é que leia o livro do Pedro Salomão que vai te mostrar que você pode empreender de qualquer lugar, a qualquer momento.

    Compartilhe este texto para que outros estudantes e turismólogos percam de vez o medo de empreender! ;p

    Deixe uma resposta

    Seu email não será publicado.



    *

    Receba toda semana nossas dicas,
    entrevistas e ideias pra você inserir no turismo e na sua carreira.

  • Tá Tendo Evento

    A gente te conta quais os eventos estão acontecendo por aí pra você se programar com calma.
  • Inseri uma Ideia

    Fique de olho nas empresas fundadas e gerenciadas por turismólogxs. A próxima pode ser a sua!
  • Protagonismo

    Nossas dicas de currículo, entrevista e branding pessoal pra você.
  • |