X
    Escrito por Danielle Jardim
    Postado em 1 de novembro de 2017, na categoria Carreiras em Turismo

    Você deve achar que para fazer parte da comunidade dos Nômades Digitais é preciso estar trabalhando com comunicação, marketing, jornalismo, publicidade, programação…

    A verdade é que dá pra ser um nômade digital até como turismólogo. Obviamente, o trabalho irá funcionar um pouco diferente de como você trabalharia se fosse dentro de uma empresa, pois o seu ambiente de trabalha dependerá de você, de qual lugar do mundo irá oferecer seus serviços.

    Leia também: Seus serviços na Airbnb

    Em uma organização, nós desenvolvemos nossas habilidade em troca de um salário e benefícios extras.

    Ao trabalhar de forma remota, em um home office ou de qualquer lugar do mundo, você pode trabalhar diretamente com o cliente final, diferentemente se estivesse trabalhando em uma determinada empresa, ou pode trabalhar para empresas, ambas as formas de maneira “freela”. Como?

    Prestando serviços de consultoria

    Se você já tem uma área que possui especialiazação, pode trabalhar remotamente com consultoria para pessoas físicas e jurídicas. Alguns exemplos: Ajudar com abertura de empresas, regulamentação de empreendimentos, planos estratégicos, criação de roteiros, etc.

    Na prática: Bayard Boiteux é professor universitário que também presta serviços de consultoria online.


    Com marketing digital

    Se a consultoria não é a sua praia, quem sabe auxiliando pequenas e médias empresas com produção de conteúdo, monitoramento de redes sociais com ênfase em alta performance, e-commerce e outros temas relacionados ao marketing digital no turismo.

    Na prática: A Ana Cecília Duék – que comanda o site Viajar Verde – oferece alguns destes serviços no site.


    Como MEI prestando auxílio em viagens

    Você quer continuar como agente de viagens, mas não como funcionário(a) de uma empresa, então quem sabe se tornando um MEI não seja a solução?

    Você pode montar seu portfólio com toda a sua experiência e apresentar para o seus clientes ou clientes potenciais, dando suporte em suas viagens.

    Saiba mais dos benefícios e deveres do MEI em www.sebrae.com.br

    O seu maior desafio será criar um portfólio e focar muito no marketing pessoal. Quando você trabalha como freelancer, você deixa de trabalhar para uma marca (organização) para trabalhar em prol da sua marca: você!

    Invista em conhecimento. Hoje, já é possível encontrar cursos online, e-books e artigos sobre branding pessoal. E não se esqueça, é claro, de criar a sua conta no LinkedIn. Estou conhecendo histórias e pessoas incríveis por lá, sem nem sair de casa. Você pode acompanhar a rotina de freelancer e profissionais especializados no assunto.

    Leia também: O que turismólogos podem fazer pelos Nômades Digitais?

    Deixe uma resposta

    Seu email não será publicado.



    *

    Receba toda semana nossas dicas,
    entrevistas e ideias pra você inserir no turismo e na sua carreira.

  • Tá Tendo Evento

    A gente te conta quais os eventos estão acontecendo por aí pra você se programar com calma.
  • Inseri uma Ideia

    Fique de olho nas empresas fundadas e gerenciadas por turismólogxs. A próxima pode ser a sua!
  • Protagonismo

    Nossas dicas de currículo, entrevista e branding pessoal pra você.
  • |