X
    Escrito por Gabriela Araujo
    Postado em 28 de agosto de 2018, na categoria Dicas

    Nós turismólogos sabemos o grande potencial turístico que o Brasil possui e como este potencial é negligenciado por uma carência na organização e estruturação turística no país; contudo, existem alguns países que souberam reconhecer e otimizar o turismo.

    Há onze anos o World Economic Forum divulga o Travel & Tourism Competitiveness Report, que objetiva realizar uma análise de competitividade entre 136 países quanto ao seu desempenho no setor turístico a partir das seguintes diretrizes:

    • Ambiente empresarial e Condiçôes de Trabalho
    • Segurança
    • Saúde e Higiene
    • Mercado de Trabalho e Recursos Humanos
    • Sistema de Informação (TI) e Conectividade
    • Infraestrutura
    • Recursos Naturais e Culturais

    O Relatório de 2017 colocou o Brasil na 27° posição com um ranking de 4.5 em que a pontuação máxima é 7, sendo o segundo melhor colocado na América Latina, atrás somente do México. E para a nossa admiração, ele foi eleito em 1° lugar na lista de países que mais prezam pelos seus recursos naturais.

    Vamos conhecer os 10 países que melhor se empenharam em otimizar o turismo, segundo o relatório:

    10. Suiça

    Ranking: 4.9

    Número anual de turistas estrangeiros: +9 milhões.

    Pontos fortes: segurança pública, ambiente empresarial, qualificação de recursos humanos, avançada tecnologia da informação, infraestrutura de serviços e produtos turísticos.

    Melhorias: valorização de recursos naturais e culturais, flexibilização da política de visto de turismo, redução do custo do destino.

    9. Canadá

    Ranking: 5.0

    Número anual de turistas estrangeiros: quase 18 milhões.

    Pontos fortes: infraestrutura turística (sobretudo o transporte aéreo), qualificação de recursos humanos, segurança pública, menor custo frente à outros países desenvolvidos, melhoria em seu sistema de TI desde o último relatório de 2015.

    Melhorias: flexibilização do visto de turismo, priorização do turismo em sua estratégia de desenvolvimento e marketing.

    8. Itália

    Ranking: 5.0

    Número anual de turistas estrangeiros: +50 milhões.

    Pontos fortes: incrível oferta de recursos culturais e naturais, infraestrutura turística, melhoria na área de recursos humanos e redução de custo do destino desde o último relatório.

    Pontos fracos: deterioração da segurança pública (sobretudo a ameaça de terrorismo e a confiabilidade na polícia) e ambiente empresarial insatisfatório (sobretudo alta taxação e lentidão no processo de licenciamento de obras).

    7. Austrália

    Ranking: 5.1

    Número anual de turistas estrangeiros: +7 milhões.

    Pontos fortes: excelente receptividade internacional, oferta de recursos naturais e culturais, infraestrutura turística.

    Pontos fracos: alto custo (sobretudo de locomoção, devido à sua localização remota).

    6. Estados Unidos

    Ranking: 5.1

    Número anual de turistas estrangeiros: +77 milhões.

    Pontos fortes: sólido ambiente empresarial, ótimo sistema de TI, qualificação de recursos humanos e infraestrutura turística.

    Melhorias: dedicação ao desenvolvimento sustentável, investimento em infraestrutura de transporte terrestre e atenção à segurança pública (sobretudo devido à ameaças terroristas).

    5. Reino Unido

    Ranking: 5.2

    Número anual de turistas estrangeiros: +34 milhões.

    Pontos fortes: oferta de recursos culturais, sólido ambiente de trabalho, mão de obra qualificada e melhoria na infraestrutura turística desde o último relatório.

    Melhorias: dedicação ao desenvolvimento sustentável e conservação de recursos naturais bem como a priorização do turismo em suas estratégias de governo, principalmente em termos de segurança pública e receptividade internacional.

    4. Japão

    Ranking: 5.3

    Número anual de turistas estrangeiros: +19 milhões.

    Pontos fortes: incentivo ao turismo corporativo, excelente infraestrutura de transporte, sistema de TI excepcional, melhoria no custo do destino (redução de combustível e taxas de passagens aéreas) e na promoção do destino através de campanhas de marketing desde o relatório de 2015.

    Melhorias: dedicação ao desenvolvimento sustentável e flexibilização da política de visto.

    3. Alemanha

    Ranking: 5.3

    Número anual de turistas estrangeiros: +34 milhões.

    Pontos fortes: incentivo ao turismo corporativo, alta conectividade aérea, oferta de recursos culturais, infraestrutura turística, mão de obra qualificada, redução significativa de custos no destino (sobretudo em acomodação e taxação de passagens aéreas).

    Pontos fracos: declínio no quesito de recursos naturais, agravamento da periculosidade urbana e baixa priorização do setor turístico.

    2. França

    Ranking: 5.3

    Número anual de turistas estrangeiros: +84 milhões.

    Pontos fortes: oferta de recursos culturais, infraestrutura de transporte, conectividade aérea, redução significativa de custos no destino (sobretudo em acomodação e taxação de passagens aéreas), maior dedicação a políticas de desenvolvimento sustentável e melhoria no ambiente empresarial desde o relatório de 2015.

    Pontos fracos: declínio na segurança pública (sobretudo devido aos ataques terroristas em 2015 e 2016) e queda na utilização de recursos naturais.

    1. Espanha

    Ranking: 5.4

    Número anual de turistas estrangeiros: +68 milhões.

    Pontos fortes: oferta de recursos culturais e naturais, infraestrutura turística, conectividade aérea, flexibilização da política fiscal.

    Melhorias: modernização da infraestrutura de transporte terrestre, desenvolvimento do ambiente empresarial e aumento da receptividade internacional.

    Otimizar o turismo não está relacionado somente a aumentar o número de visitantes no país ou maximizar a renda gasta no destino por cada um deles, mas principalmente trabalhar na estruturação e priorização do setor para colher bons resultados.

    Até mesmo os 10 países no mundo com os resultados mais expressivos ainda apresentam diversas melhorias a serem realizadas, afinal o processo é um ciclo e só quem sabe onde e no que investir garantirá o melhor retorno possível.

    Esperamos que o Brasil se dê logo conta disso.

    Achou o conteúdo útil? Não deixe de checar a categoria de Dicas aqui do site para ver o que mais preparamos para você.

    Deixe uma resposta

    Seu email não será publicado.



    *

    Receba toda semana nossas dicas,
    entrevistas e ideias pra você inserir no turismo e na sua carreira.

  • Tá Tendo Evento

    A gente te conta quais os eventos estão acontecendo por aí pra você se programar com calma.
  • Inseri uma Ideia

    Fique de olho nas empresas fundadas e gerenciadas por turismólogxs. A próxima pode ser a sua!
  • Protagonismo

    Nossas dicas de currículo, entrevista e branding pessoal pra você.
  • |