X
    Dicas 22 de agosto de 2017

    Nem sempre ter somente conhecimentos sobre uma determinada região te faz ser um ótimo profissional, até porque, esta é uma das básicas funções de um guia de turismo. Nós queremos que você seja diferenciado, que invista na sua empresa (você) e para isso trouxemos alguns cursos que poderão ser encontradas em sites de buscas, livros, […]

    Educação 6 de outubro de 2017

    A era digital chegou na educação e está simplificando cada vez mais a maneira de apreender, tornando o impossível acessível. Confira as dicas de cursos sobre empreendedorismo, finanças pessoais, formalização de empresas etc.

    Escrito por Redatores de Ideias
    Postado em 13 de Março de 2017, na categoria Redatores de Ideias

    Em pleno século XXI, ignorar o público LGBT e o que este seguimento representa para o turismo não é uma boa escolha.

    Os homossexuais possuem renda dupla e na maioria das vezes não tem filhos, fazendo com que o casal possa se dar o luxo de ter um padrão de vida mais elevado. Infelizmente o turismo LGBT não alcançou ainda todo o seu espaço no mercado do turismo, existem várias agências que proporcionam pacotes GSL, mas não o suficiente comparado ao tamanho atual desse público que está crescendo cada vez mais. Ignorar esse nicho é um grande equívoco. Se o Brasil tomar iniciativa de promover o turismo LGBT estará contribuindo não apenas para aumentar a renda do país, mas também para acabar com a discriminação e preconceito para com esse público.

    “O turismo é um passaporte para a paz” (Lema: Ano Internacional do Turismo,1967- ONU).

    O que é preciso ser feito no Brasil para atrair especificamente turistas gays do exterior é a promoção do país como um destino que mereça ser visitado pelos turistas GLS. O país precisa se tornar gay e lesbian friendly e mostrar isso a essa comunidade. Entretanto não basta apenas chegar até o mercado e anunciar aos turistas gays que eles são bem vindos no Brasil. É preciso anunciar isso e garantir que isso seja verdade. A maioria dos turistas GLS é bem informada e exigente portanto, não é facilmente enganada com propaganda falsa.

    Por isso, o Brasil precisa decidir que imagem quer veicular para incentivar os turistas gays e lésbicas, não residentes e residentes a conhecerem nosso país. Mas essa imagem tem que ser reflexo da realidade existente no Brasil, e no momento essa realidade ainda não é muito adequada para tornar o fluxo de turismo LGBT constante.
    Para o Brasil apresentar uma boa imagem é necessário transformar sua realidade social, arrumando a casa para receber os turistas LGBT em grande número e assim, passar a fazer parte dos destinos privilegiados que são visitados por eles.


    Quem escreveu? Este texto é da Walquíria Proença, Estudante de Turismo do 4º semestre da FACCAT e Estagiária da Secretaria de Turismo de Gramado para o Redatores de Ideias.

    Contato: linkedin.com/in/walquiriaproenca

    Deixe uma resposta

    Seu email não será publicado.



    *

    1. Flávio Mello em 18 de agosto de 2017

      Mais ou menos! Investir em segmentação deve ser muito bem pensado, a menso que queira se especializar.
      Um dos problemas que a causa LGBT enfrenta é o aparelhamento que a utiliza como ferramenta de militancia ideológica em um mundo cada vez mais polarizado, isso sem contar as restrições religiosas evidentes como de islamicos e evangélicos.
      Deste modo, a questão vai muito, mas muito além do imediatismo financeiro sem considerar seus aspectos culturais, impactos nas demais segmentações e é claro, a realidade local que pode reagir violentamente a ponto de consolidar o termo “turismofobia” como uma realidade em cidades como Barcelona por exemplo.

    Receba toda semana nossas dicas,
    entrevistas e ideias pra você inserir no turismo e na sua carreira.

  • Tá Tendo Evento

    A gente te conta quais os eventos estão acontecendo por aí pra você se programar com calma.
  • Inseri uma Ideia

    Fique de olho nas empresas fundadas e gerenciadas por turismólogxs. A próxima pode ser a sua!
  • Protagonismo

    Nossas dicas de currículo, entrevista e branding pessoal pra você.
  • |